top of page
  • alt.text.label.Instagram
  • alt.text.label.Facebook
  • alt.text.label.YouTube

Secretário de Cultura da Bahia visita Conceição do Coité

Representantes de municípios localizados em três territórios de identidade da Bahia reuniram-se nesta sexta-feira, dia 29, em Conceição do Coité, no Diálogo Interterritorial sobre Comunicação e Cultura.

Na mesa do encontro, o secretário de Cultura do Estado da Bahia, Jorge Portugal, e o secretário nacional de Serviços de Comunicação Eletrônica, Emiliano José, falaram sobre temas como a democratização da cultura, as rádios comunitárias e a regulação da mídia.


“Para que a cultura seja efetivamente democrática, é preciso que ela seja comunicada e mostrada em todas as suas facetas e em toda a sua diversidade. Este é o nosso desafio, e daí a importância da democratização dos meios de comunicação”, afirmou Jorge Portugal no encontro, que contou com a participação do superintendente de desenvolvimento territorial da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), Sandro Magalhães.

A divulgação, nos próximos dias, do novo Plano Nacional de Outorga às Rádios Comunitárias, com emissoras localizadas em mais de 500 municípios, foi um dos anúncios feitos pelo secretário nacional de Serviços de Comunicação Eletrônica. Emiliano José destacou que ainda há tempo para a inclusão de novas rádios e que a exigência de documentos será reduzida – de 35 para dez – com o objetivo de simplificar os procedimentos.


“A prioridade do Ministério são as rádios comunitárias e educativas e sua chegada a locais onde nunca haviam chegado, com o apoio dos movimentos sociais, com a intenção de diversificar e aumentar o número de vozes no ar”, afirmou Emiliano.

Os prefeitos de Conceição do Coité, Francisco de Assis, e de Teofilândia, Adriano de Araújo, e a secretária de educação e cultura de Coité, Perpétua Sampaio, também participaram do evento, organizado pelo Conselho de Desenvolvimento Territorial (Codes). Compareceram ao auditório do Campus XIV da Universidade do Estado da Bahia, representantes dos Territórios de Identidade do Sisal, Piemonte da Diamantina e Semi-Árido Nordeste II, de locais como Candeal, Itiúba, Nordestina, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Retirolância, Serrinha, Santa Luz, Tucano e Valente, além de Conceição do Coité.


A programação incluiu a apresentação de dois jovens do Projeto O Som do Sisal, da Orquestra Santo Antônio. Após a performance, a dupla de músicos Josevaldo Oliveira e Webson Santana presenteou o secretário Jorge Portugal com a violinha de sisal, instrumento criado no projeto pelo Maestro Josevaldo Nim.


Orquestra Santo Antônio e Centro de Cultura



Após a jornada de diálogo com a comunidade, o secretário Jorge Portugal visitou dois importantes espaços para o desenvolvimento da cultura em Conceição do Coité e no Território de Identidade do Sisal. Primeiro, ao lado dos prefeitos Francisco de Assis (Coité) e Adriano de Araújo (Teofilândia), conheceu o Centro de Cultura da cidade, que conta com biblioteca e teatro.


Na sequência, o grupo visitou o Projeto Santo Antônio de Música, que vem transformando a vida de crianças e jovens da região, através do convívio com partituras e instrumentos. A iniciativa é apoiada pelo Fundo de Cultura da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, através dos Editais de Mobilidade Artística (2014) e Territórios Culturais (2013) e integra a lista dos novos pontos de cultura do Ministério da Cultura e SecultBA.


Em novembro de 2014, o projeto foi condecorado com a Comenda do Mérito Cultural, concedida pelo Governo do Estado, através da SecultBA. No palco do Teatro Santo Antônio, a Orquestra Coiteense de Violões e o Quarteto de Cordas da Orquestra Santo Antônio emocionaram a comitiva com um repertório que passeou pelo clássico e pelo regional.


“Esses meninos e meninas todos fazendo música dizem para a gente quanto o mundo pode ser melhor, através da inspiração que nos trazem, ao colocar suas almas na música”, disse Jorge Portugal, após a apresentação.



Comments


bottom of page